Equoterapia

Posted by on abril 6, 2015 in TEXTOS EXTRAS

Equoterapia

Não é de hoje que os animais são usados para o benefício da saúde física e mental dos humanos. Às vezes apenas o convívio diário com eles já é suficiente, às vezes uma terapia mais estruturada se faz necessária para alcançar os benefícios desejados. Conheça agora a equoterapia, a terapia com cavalos.

O que é isso?
Como o próprio nome sugere, a equoterapia é uma terapia onde a estrela da vez é o cavalo. Esta terapia utiliza as diversas atividades realizadas a cavalo para desenvolver aspectos cognitivos, sociais, comportamentais, emocionais, físicos e educacionais de pessoas com deficiências físicas e/ou mentais.

O uso da equitação como ferramenta terapêutica já é encontrado na Grécia Antiga, e teve sua descrição mais detalhada a partir do século XVII, quando alguns médicos prescreviam a equitação como tratamento para gota, distúrbios neurológicos e moral baixa (algo como depressão, baixa autoestima e autoconfiança).

Só em 1960 a equoterapia ganhou clínicas especializadas em equoterapia. No Brasil, ela ganhou seu reconhecimento pelo Conselho Federal de Medicina em 1997 e desde então só cresce.

Características

A equoterapia é uma abordagem multidisciplinar. Isto quer dizer que ao invés de apenas um profissional ou vários profissionais de uma só área, esta modalidade requer um time de diferentes profissionais. Fisioterapeuta, psicólogo, fonoaudiólogo, professor de educação física, instrutor de educação física, psicopedagogo, terapeuta ocupacional são apenas alguns dos profissionais envolvidos nessa terapia, variando de acordo com as necessidades do indivíduo. Dessa forma, o estabelecimento de metas e duração da terapia são feitos pela equipe escolhida que avaliará e definirá tais aspectos.

Benefícios

A equitação é um esporte bastante completo. Ele utiliza todo o corpo e requer um estímulo neuromuscular único. Por exemplo, ao mesmo tempo em que o indivíduo tenta se equilibrar e manter a postura, ele também está contraindo os músculos e precisa pensar e aprender a reconhecer o ritmo do andar do cavalo, controla a velocidade etc. Além disso, o convívio com o animal promove o estabelecimento de laços afetivos, o que desenvolve todo o lado emocional do paciente. Os benefícios estão em 3 grandes grupos onde há melhoras e desenvolvimentos diferentes.

Físicos:
Força muscular, coordenação motora, equilíbrio, percepção visual e espacial, resistência cardiorrespiratória (é um exercício aeróbico leve).

Psicológicos:
Disciplina, controle emocional, desenvolvimento de laços afetivos, socialização e habilidades interpessoais, autoconfiança e autoestima, cognição desenvolvida (memória, capacidade de fazer várias coisas ao mesmo tempo), redução do stress, diminuição da agressividade.

Educacionais:
Aprendizado de como cuidar de um cavalo, primeiros-socorros, aprender a andar a cavalo e como controla-lo.

Quem pode fazer?

A princípio, não há restrições para esta terapia, mas é necessário fazer uma avaliação antes do início até mesmo para saber se algo de cunho físico ou psicológico pode trazer impedimentos.

A equoterapia é altamente recomendada para quem tem paralisia cerebral, síndrome de Down, problemas ortopédicos, posturais, distúrbios neurológicos, esquizofrenia, psicose. Autistas também podem se beneficiar bastante, especialmente no que diz respeito ao desenvolvimento do lado emocional, uma vez que o esporte é relativamente solitário (esportes em equipe podem sobrecarregar o autista). Também pessoas com deficiência auditiva e visual podem se beneficiar da equoterapia.

Onde fazer?

Como vimos, a equoterapia não é simplesmente a equitação, mas o uso dela como parte de um tratamento que precisa de outras ferramentas e profissionais, portanto, não é qualquer clube ou centro de equitação que poderá fornecer a equoterapia.

Um centro de equoterapia possui instalações e equipamentos adequado à equoterapia, cavalos treinados para esse fim, médico para avaliação e uma equipe mínima de psicólogo, fisioterapeuta e profissional de equitação, todos habilitados pela ANDE-Brasil (Associação Nacional de Equoterapia)
Se você tem interesse, você deve acessar o site da ANDE e procurar um centro de equoterapia que seja filiado à ANDE, o que atesta a capacitação e qualidade do centro.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *