FILME: BLING RING – A GANGUE DE HOLLYWOOD

Posted by on fevereiro 3, 2014 in Relação de FILMES

FILME: BLING RING – A GANGUE DE HOLLYWOOD

Este filme da diretora Sofia Coppola que é baseado em fatos verídicos, mostra o vazio que cerca as consideradas celebridades e começa mostrando a vida de diversos jovens de classe média que vivem em Los Angeles onde utilizam a internet para acessar informações sobre essas celebridades.  Nestes sites são mostradas pessoas que estão na mídia onde comentam seus gostos, lugares que frequentam, suas casas e arredores, seus relacionamentos ou a falta deles e os bens que possuem.

Esses adolescentes que também têm uma vida totalmente vazia descobrem através da internet o endereço dessas celebridades e aproveitando o momento que não estão em casa, roubam diversas mercadorias utilizando muitas delas e vendendo outras para que possam consumir álcool e drogas e frequentar os mesmos lugares desses famosos.

Vemos ao longo do filme, a vida sem objetivo de cada um desses jovens, onde a importância passa a ser projetada no outro famoso, em desejar estar no lugar deles e em ter o que eles têm.  As famílias deles não são estruturadas, os pais não demonstram interesse em conhecer a vida dos filhos e o que é dito por eles é aceito com facilidade.  Mostra um contexto de vida que reflete o momento atual onde as pessoas fogem para os momentos fugazes de prazer (boates, encontros, uso de drogas e álcool), desejando “ser” o outro e “ter” cada vez mais o que não lhe pertence.

Mesmo sabendo que estão roubando (“Estou a fim de roubar”) eles acreditam que podem ser por algum momento àquela celebridade com suas roupas, sapatos e jóias.  Depois há o momento de exposição através de fotos no Facebook ou outro aplicativo, com os objetos roubados.  Um dos jovens declara que sempre se sentiu fora do contexto de um determinado grupo e que os outros meninos sempre eram mais bonitos e inteligentes que ele.  Há uma total falta de saber quem se é, procurando se projetar no outro que é identificado por ser conhecido na mídia de alguma forma, mesmo que não seja de forma positiva.

É algo também interessante de se notar que mesmo depois desses jovens serem presos pela polícia, eles também querem o seu minuto de fama através de entrevistas de televisão ou através do aumento de seguidores no Facebook.

Podemos observar neste filme o momento fugaz que vivemos na atualidade onde todos querem ver e ser visto como pessoas bonitas, felizes e com a vida completamente preenchida por diversos bens que são desejáveis por todos.  Mostra a inversão de valores onde se valoriza mais o “ter” do que o “ser” e a importância do “falem mal, mas falem de mim”.

Share

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *